Recomendação da Inconstante | 6

11.4.15

1(1)

Game of Thrones foi-me inúmeras vezes recomendada. Andei uns dois anos a engonhar até assistir um episódio da série. Que erro o meu! Mas assim que me apercebi consertei-o. Ou seja, vi toda a primeira temporada em dois dias. Foram dez episódios de cerca de 55 minutos, ganache de chocolate, morangos, pijama, cama, a minha prima e um turbilhão de emoções. Claro que corri para ver as outras temporadas e embora esteja super ansiosa para o início da quinta temporada amanhã, não a poderei assistir ainda. Tenho a terceira e a quarta em atraso. A chorar
1(6)Imagens obtidas pelo Google Images

Ai o meu egocentrismo! Tanto falei sobre a minha relação com a série que nada disse sobre ela. Pois bem, como o nome denuncia há uma disputa para o trono. E é absurda a quantidade de gente interessada nesse bendito trono. Existem diferentes famílias com logotipos e slogans e tudo. Para além da trama, que na minha ótica é interessante, a caracterização é incrível. E escusado será dizer que o sotaque britânico faz milagres. E remete-nos a Jon Snow Coração vermelho. Ok, já me perdi. Enfim, assistam que vale a pena.

1(1)
3(4)Imagens obtidas no Facebook e Blog de Diana Rodrigues Bicho

Numa daquelas minhas infinitas andanças pelo mundo virtual descobri o blog que a portuguesa Diana Rodrigues Bicho afirma nunca ter tido. Alojado no tumblr, o oblogquenuncative é usado para expor vidas, principalmente a da sua autora. Em escassas linhas e pontuais imagens Diana conta-nos sobre os tempos da sua existência, dá-nos lições de vida e manda para fora tramas da sua imaginação. Permitam-me sugerir-vos essa publicação. Depois disso estão autorizados a apaixonar-se pelo blog, tal como aconteceu comigo.

1(1)
Ando numa de apreciar filmes na língua hispânica. E o último que vi foi La piel que habito do espanhol Pedro Almodóvar, lançado a 2 de Setembro de 2011. Tenho a impressão que qualquer sinopse que apresente será recheada de spoilers. Mas vou insistir na tarefa, e se assim for desculpo-me já. O cirurgião Robert Legrand, interpretado por Antonio Banderas, é obcecado pela pele humana e desenvolve uma versão 2.0 da mesma.  Acontecem dois acidentes na sua vida: um que resulta na obsessão pela pele e outro que a leva ao extremo.
2(5)Imagens obtidas pelo Google Images | Pedro Almodóvar, Elena Anaya e Antonio Banderas

A quem o classifique como filme de terror, mas eu acho que é mais um suspense. Preparem-se para se surpreender, rir e, para os mais emotivos, chorar. Os verbos a conjugar podem até não ser esses, mas serão vários. Nesse trabalho, Almodóvar faz mais uma vez das suas e apresenta uma obra inegavelmente interessante e claramente recomendável. Afinal o que é que estou aqui a fazer?

Cenas Parecidas

0 Outras Alturas

Skoob | Minha Biblioteca Virtual

Portfólio | Arquitetura & Design

Flickr | Galeria de Fotografias