Recomendação da Inconstante | 5

4.4.15

1(1) + 1(1)

1(5)Imagens obtidas pelo Google Images e PTXofficial

Eu passo muito – leia-se demasiado – tempo no YouTube. E numa dessas temporadas fui parar no canal dos Pentatonix. Estava eu encantada com a cover deles de Can’t Hold Us e caiu a ficha. Eu já os tinha visto noutro sítio. Pus-me a vasculhar o canal e deparei-me com o incrível vídeo da evolução da música. Era daí. Esse vídeo esteve pelo Facebook e Tumblr. A partir desse dia os meus ouvidos têm sido mais felizes. Agradeçam por mim a Mitch, Kirstie, Scott, Kevin e Avi. E por vocês também!


1(1)
3(3)Imagens obtidas no Instagram de Lorraine Loots

Sabem aquelas páginas no instagram que seguimos por pura autotortura? Yah, a da Lorraine Loots é uma dessas na minha lista. Essa mulher de Cape Down, diz ela, faz desenhos para formigas. Sim, elas também merecem. E por isso mesmo, ela não faz uns quaisquer. São grandes obras cheias de detalhes, das coisas mais ordinárias dessa vida. Mas de grandes têm apenas a qualidade, pois têm de ser observados a lupa. Quem quiser adquirir uma dessas minúsculas beldades pode fazê-lo pelo website ou pela loja da artista no Etsy. E quem, como eu, gostar de sofrer apenas só tem de seguir a página lorraineloots no instagram.

1(1)
Miséria e Grandeza do Amor de Benedita é um dos melhores livros da minha vida. Mas um dia vos falo sobre ele, só mencionei porque é do mesmo autor que escreveu A Casa dos Budas Ditosos: João Ubaldo Ribeiro. E o baiano da radioatividade não me decepcionou nesse romance. Tudo o que me foi anunciado ganhou outra magnitude ao lê-lo.
2(4)Imagens obtidas pelo Google Images | Imagens da autoria da autora desse blog

O livro é baseado no depoimento verídico de uma mulher baiana na casa dos sessenta anos e residente no Rio de Janeiro. Mas bem podia ser uma história qualquer criada pela imaginativa mente de João. Porque  a vida dessa senhora foi um agito. E embora a história se foque, propositadamente, nas suas milhares de experiências sexuais, o que retrata realmente é a sua vida. Os sítios onde viveu, os amores que teve e, principalmente, quem ela foi. Pus o verbo no passado porque ela tinha uma doença terminal e a identidade protegida, ou seja, não sei se ainda está entre nós. De qualquer forma, deixem-me só avisar que as pessoas sensíveis a linguagem adulta e a práticas sexuais menos convencionais provavelmente não se darão bem com essa obra literária. Porém quem não se importa vá já à livraria mais próxima e adquira o seu exemplar.

Cenas Parecidas

0 Outras Alturas

Skoob | Minha Biblioteca Virtual

Portfólio | Arquitetura & Design

Flickr | Galeria de Fotografias