Sentido

18.3.15

15215625273_367bc9b291_oImagem por ZeCarlos


Ainda fará sentido.
Essa nuvem carregada.
O vento que soprou ontem.
Esse sol inexistente.
A rua cheia de gente.
O grilo da madrugada.
A pedra na calçada.
O sorriso camuflado.
O kaenxe inflamado.

Ainda faremos sentido
Não nós
Toda a gente
Que dança debaixo da chuva
Com a poeira como luva
Que tem palco de lama
E desconhece uma cama

Ainda daremos sentido
A alegria na miséria
Ao pão da suja esquina
A verdade adiada
A constante piada
A música dos sons citadinos
E porque não aos gambozinos?

E quando tivermos sentido
Pediremos mortadas
Um copo com água
Algum sossego
Auxílio do superego
O utópico aborto
Com o silêncio morto
Um coração ingénuo
E arrependimento eterno

P.S.: isso não é um poema.

Cenas Parecidas

0 Outras Alturas

Skoob | Minha Biblioteca Virtual

Portfólio | Arquitetura & Design

Flickr | Galeria de Fotografias