Cicatriz

15.12.14


IMG_20140620_094643.751

Uma tatuagem. Uma imagem. Uma representação eterna. No corpo dela. Para sempre. Ou não. Mas presente, agora. Um símbolo do sempre que ganhou um prazo de validade ultrapassado. Ali, no seu lindo pé esquerdo. Porque não bastava ter deixado só o coração manchado. Agora tinha uma ferida por sarar e outra por pensar.

Tinha os olhos inchados por se ter tornado na nascente de um rio. Não via a luz do dia há quase três dias. Só bebia água e comia chocolate. Só atendeu duas chamadas da irmã para ela parar de telefonar. Não lhe apetecia nada. Parece que a vida tinha ficado sem graça. De repente já não era vida. Era existência. Enfim, a esperança estava morta e alguém resolveu ressuscitá-la.

A campainha soou distante. E foi se aproximando a cada toque. Tinha esperança que a pessoa desistisse. Fosse embora. Permitisse o seu luto. Mas não. Parecia determinada a conseguir um milagre. E ela cedeu. Levantou-se com a pressa de um cágado. Respirou fundo antes de abrir a porta. E não conseguiu esconder a surpresa ao abri-la. E o que fazia ele lá? Na sua porta. E pior, com um enorme sorriso. 

Cenas Parecidas

0 Outras Alturas

Skoob | Minha Biblioteca Virtual

Portfólio | Arquitetura & Design

Flickr | Galeria de Fotografias