Qual Pai?

14.8.13

- Mãe!
- (...)
- Oh Mãe!
- (...)
- Mãe, estás a ouvir?
- Queres o quê pá?
- Erré! Bwe de tempo só para responder. Estavas então a afazer o quê?
- O quê mais?! Achas que a tua roupa se estende sozinha?
- Não disse isso. E não se responde uma pergunta com outra.
- Miux, miúdas d'agora. Diz só se queres o quê que tenho coisas a fazer.
- Preciso de ajuda. Tenho que fazer um trabalho sobre a minha família.
- E o que é que eu tenho a ver com isso? Só sei fazer contas por causa do negócio.
- És minha mãe. E eu não conheci o pai. Tens de me falar sobre ele.
- Mas isso só pode ser azar! Então eu que já tenho outro marido, vou mais estar a lembrar histórias do teu pai?
- Não precisam ser histórias. Características dele, coisas que ele fazia e gostava.
- Marta, eu não lembro de nada. Achas mesmo que ainda me lembro do teu pai que já morreu há quase dezasseis anos? Você é brincalhona!
- Mas não te lembras mesmo de nada?
- Vendo bem, acho que lembro. No dia que nos conhecemos, eu estava com um vestido verde de flores. Ele disse que era bonito.
- E assim então escrevo o quê? "O pai gostava de verde e flores."? Outras coisas Mãe!
- Possas, também és muito chata. Olha isso mesmo, o teu pai também era. 
- Era chato como?
- Oh chatamente chato. Chato também tem mais forma?
- Mais nada Mãe?
- Tem mais uma coisa sim. Mas eu quero saber se estás preparada para ouvir.
- Depois de verde com flores e chato, já não estou a espera de grandes coisas.
- O teu pai não é o Nelito.
- Ahn?
- O teu pai é outro.
- Que outro?
- O Zeca.
- Mãe pára com essa brincadeira.
- Não é brincadeira filha. O Nelito mesmo sabia.
- Sabia como?
- Já estávamos juntos há quase três anos e eu não ficava concebida. A família dele começou já a dizer " a porque a maquina dela não funciona". Todo o mundo na rua começou a falar que até os casais mais novos já tinham filho ou barriga. Então fomos tentar os dois fora. Eu engravidei dois meses depois e nenhuma das três namoradas dele ficou com barriga. O problema era dele, mas por causa das línguas, ficamos só já assim. Depois também o Zeca foi na tropa e desapareceu. Pronto, o Nelito ficou teu pai.
- Mãe, mas isso é mesmo verdade?
- Achas que ia brincar com um assunto desses?
- E esperaste esse tempo todo para me contar?
- Não esperei tempo nenhum. Por mim, nem ficavas a saber.
- E achas bem?
- E vou achar mal porquê? Nem conheceste o Nelito. Qual é a diferença de seres filha dele ou do Zeca? 
- Não sei. Mas acho que devias ter dito há mais tempo. 
- Para quê só?
- Ah também não sei Mãe. Mas tens razão. Não conheço nenhum dos dois mesmo. Conta ainda, o Zeca fazia e gostava de quê?


Desculpo-me já se alguém gostar muito de verde e flores. São só os gostos da personagem. 

Cenas Parecidas

0 Outras Alturas

Skoob | Minha Biblioteca Virtual

Portfólio | Arquitetura & Design

Flickr | Galeria de Fotografias