À Minha Senhorita

11.11.12


Angola. Para quem não sabe é o país onde nasci e boa parte da minha vida vivi. Também é o país da minha família e de muitos dos meus amigos. Ou ainda, o país de muitas outras pessoas.

Não é o país perfeito e, se querem que vos diga, está longe disso. É um país de desigualdades acentuadíssimas. É um país de que eu podia orgulhar-me mais.

Somos o país do petróleo e dos diamantes. Somos o país de muitos imigrantes. Somos o país do basquetebol masculino e do andebol feminino em África. Somos o país que somos e isso ainda pode melhorar.

Infelizmente nem tudo são rosas. Temos a fórmula e estamos a aprender a usá-la. Daí ao resultado ainda há muito que andar.

Vivemos de esperanças e promessas. Dormimos para sonhar com um amanhã melhor. Acreditamos que ele chegará. Pode demorar, mas ele chegará.

A alegria do nosso povo é o combustível da nossa nação. A nossa força de vontade está a erguer-nos aos poucos. O hoje pode não ser um grande dia, mas é indispensável para o amanhã. E o amanhã, esse sim, será um grande dia.


À minha Angola que há 37 anos é independente e aos meus compatriotas que todos os dias são angolanos.

Cenas Parecidas

0 Outras Alturas

Skoob | Minha Biblioteca Virtual

Portfólio | Arquitetura & Design

Flickr | Galeria de Fotografias