Não passou

23.9.12

DSC_0257


Mas não passou! Nada passou. Continuo a ouvir os gritos de desespero. Os sussurros imprecisos. Cada uma daquelas vozes. Cada pedaço de madeira e cada estilhaço de vidro. A água. As sirenes.


Ainda sinto as dores de cabeça. Ainda tenho pesadelos. Vejo rostos nas ruas. Sinto presenças em casa. Os vultos e as sombras são a minha companhia.

Não suporto a claridade, mas tenho medo da escuridão.  Mal distingo cores. Ouço cada vez pior. Já não gosto de churrascos. Na verdade não gosto de fogo. Nunca gostei. E agora nem de água. Mas ainda tomo banho. Louca talvez, mas porca nunca! Fujo das pessoas, mas não suporto a solidão. E não sou fã de animais domésticos.

Basicamente não sei como viver. A verdade é que já nem sei o que é viver. Por isso, não. Não passou. Continuo traumatizada com aquele incêndio. Continuo a revivê-lo a cada hora da minha vida. E continuo a achar que se calhar devia ter morrido nele. Aliás, tenho a certeza que morri ali.

Cenas Parecidas

0 Outras Alturas

Skoob | Minha Biblioteca Virtual

Portfólio | Arquitetura & Design

Flickr | Galeria de Fotografias