Azul (III)

4.2.12


DSC00093








Sem dúvida e com certeza que era ela. Estava de perfil num grupo muito animado de jovens. Agora parecia ainda mais jovem apesar das roupas mais ousadas. Transbordava beleza e esbanjava charme.

- Não te sentas Lucas?

- Sim, sim.

- Estás bem?

- Óptimo.

- Wi, o que é que se passa?

- É ela.

- Ela quem?

- A rapariga do brinco azul.

- Onde?

- Ali a frente, naquele grupo. A do top preto.

- Uau! Afinal não tinha nem uma gota de exagero.

- Eu te disse que nem pingo tinha.

- Mas vocês estão a falar de quê?

- Nada contigo. Vamos pedir algo?

- Claro.

Passei a noite toda a olhar para ela. Estudei cada movimento e gesto seu. Respondi todas as conversas com monossílabos. Bebi quatro cervejas. Tinha que me concentrar. Não me podia embebedar na sua presença. Vi que se preparava para sair. Antecipei-me. Disse que ia apanhar ar e fui esperar por ela na porta.

- Olá.

- Olá.


De novo, aquele sorriso bloqueou a minha mente e congelou o meu corpo.

Cenas Parecidas

0 Outras Alturas

Skoob | Minha Biblioteca Virtual

Portfólio | Arquitetura & Design

Flickr | Galeria de Fotografias