Azul (I)

2.2.12

DSC04778




















- Em que cor vai querer a camisa?

- Azul.

- Claro ou escuro?

- Azul. Em qualquer tom de azul.

- Só um momento.

- Desculpe trabalha aqui?

Virei-me para a responder, mas não consegui. Foi mais forte do que eu. Uma bela rapariga com cara de menina e corpo de mulher. Uns rasgados olhos castanhos, de uma escuridão atrevidamente inocente. Os lábios, naturalmente rosados, pequenos mas volumosos. E aquele cabelo encaracolado, pelos ombros, negro e brilhante como a sua pele. Mas o que acabou comigo foi o seu brinco azul. Azul. O meu azul!

- Desculpe, mas trabalha aqui ou não?

- Ah, não. Estou a es….

- Obrigada.

Mais um golpe na minha atenção. Aquele radiante sorriso.

- Aqui está a sua camisa. Senhor?

- Ah, obrigada.

- Desculpe o transtorno e volte sempre.

- Sim, sim.

Virei para a procurar, mas o meu olhar não a encontrou.

Cenas Parecidas

2 Outras Alturas

Skoob | Minha Biblioteca Virtual

Portfólio | Arquitetura & Design

Flickr | Galeria de Fotografias