Falsas Memórias

29.3.09



Ontem tive um sonho bonito. Sonhei com o tempo chamado antigamente. Sonhei com a minha infância. Com as brincadeiras que fazíamos na rua e nos quintais nas nossas casas, com os ralhetes que recebíamos dos mais velhos, com o desejo de ser criança para todo sempre e não ter responsabilidades, com a vontade de crescer e mandar nas crianças. Lembrei de comer manga verde com sal, de rir de coisas sem graça, de dizer e fazer disparates, de ouvir histórias verdadeiras e mentiras dos mais velhos. Lembrei de palavras como esquindiva e zobaida, de brincadeiras como elástico e coca-cola, de danças como açúcar e gato preto, de cantoras como Tina Turner e Sabrina. Lembrei da menina dos cinco olhos, da gasosa baptizada, dos acampamentos da OPA, do grupo caixão vazio. Senti saudades disso tudo, alegria por ter vivido, tristeza por ter acabado e emoção por ter recordado.

P.S: inspiradas nas histórias de Ondjaki.

Cenas Parecidas

0 Outras Alturas

Skoob | Minha Biblioteca Virtual

Portfólio | Arquitetura & Design

Flickr | Galeria de Fotografias